segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Piracema 2011/2012

Começa dia 01 de novembro o período do Defeso na bacia do Rio Paraná.


O defeso é uma medida que visa proteger os organismos aquáticos durante as fases mais críticas de seus ciclos de vida, como a época de sua reprodução ou ainda de seu  maior crescimento.  Dessa forma, o período de defeso favorece a sustentabilidade e evita a pesca quando os peixes estão mais vulneráveis à captura, por estarem reunidos em cardumes.




No site do Ministério da Pesca e Aquicultura pode ser consutada  as tabelas com o início do defeso nas diversas bacias.

http://www.mpa.gov.br/#pesca/periodos



A bacia do rio Paraná é uma das doze regiões hidrográficas do território brasileiro.


A região abrange uma área de 879.860 km², distribuídos em sete unidades da federação: Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e o Distrito Federal.

O Rio Paraná é o principal curso d'água da bacia, mas de grande importância também são seus afluentes e formadores como os rios Grande, Paranaíba, Tietê, Paranapanema, Iguaçu, dentre outros.




Relembrando as proibições:

Durante a Piracema, estão proibidos em todos os pontos da bacia hidrográfica do Rio Paraná:

- A captura, o transporte e o armazenamento de espécies nativas da bacia hidrográfica do rio Paraná, incluindo animais para fins ornamentais e de aquariofilia que tem origem e ocorrência natural na bacia do rio Paraná;

- A pesca com redes, tarrafas e espinhéis, além da pesca subaquática;

- A realização de competições de pesca, com exceção de eventos em reservatórios e de espécies não nativas;

- A utilização de animais aquáticos, inclusive peixes, camarões, caramujos, caranguejos, vivos ou mortos, inteiros ou em pedaços, como iscas. São exceções à regra animais oriundos da bacia hidrográfica, acompanhados de nota fiscal do produtor.

Permissões


- A pesca em reservatórios, nas modalidades embarcada e desembarcada é permitida. A utilização de linha de mão ou vara, linha e anzol, caniço simples, molinete ou carretilha também estão liberadas.

- Animais não nativos, exóticos e híbridos como Apaiari, Bagre-africano, Black-bass, todas as espécies de Carpa, Corvina, Sardinha-de-água-doce, Piranha preta, Tilápias, Tucunaré, Porquinho e Zoiudo podem ser pescados.

- Pescadores devem estar licenciados pelo Ibama para a captura e o transporte dos peixes, e a cota é de 10 quilos e um exemplar.


Caso  encontrem irregularidades, denunciem !!

Tenham gravado no celular:

4 comentários:

  1. qual isca posso usar!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Sua pergunta é muito abrangente, mas pode usar iscas artificiais, massas, minhoca, ração, lambari (com nota fiscal, com carimbo do ibama). E vai depender também da espécie que você pretende pescar !

    Espero ter ajudado, abraço.

    ResponderExcluir
  3. Cara oque tem mais no Tietê é camarão, cria o ano inteiro e é proibido, fazer oque... : p

    Mas o Tietê pelo menos na minha região já foi bem melhor para pesca, hoje mesmo na piracema você não pega quase nada, mesmo se você ficar o dia inteiro.

    ResponderExcluir
  4. Tem razão amigo, nunca concordei muito com a proibição da pesca do camarão. Quanto à produtividade das pescarias realmente já foram melhores, mas ainda pego meus peixinhos !

    Abraço e obrigado pelo comentário

    ResponderExcluir