quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Nova Barragem no rio Tietê pode inundar área protegida



O projeto de construção de duas barragens no Rio Tietê, entre as cidades de Salto e Tietê, na região de Sorocaba, no interior paulista, prevê a inundação do Parque das Monções, em Porto Feliz, local tombado pelo Conselho do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat).


O pedido de estudos para as obras foi protocolado no Departamento de Análise de Impacto Ambiental (Daia), da Secretaria Estadual do Meio Ambiente. A Pequena Central Hidrelétrica (PCH) de Tietê vai inundar uma área equivalente a 980 campos de futebol  e fará as águas subirem até o paredão de Araritaguaba, encobrindo parte do monumento histórico. Desse local, no século 17, partiam as embarcações com os bandeirantes em direção às minas de Cuiabá.





A outra barragem, em Porto Feliz, inundará 1,2 mil hectares (equivalente a 1200 campos de futebol), atingindo a Área de Proteção Ambiental do Ribeirão Avecuia, um parque municipal. Juntas, as duas barragens formarão um lago de 9 quilômetros quadrados de superfície, igual ao que se forma na barragem da Hidrelétrica de Barra Bonita.


"Embora no nome sejam pequenas hidrelétricas, na prática o impacto delas é enorme", disse a ambientalista Maria Luiza Ribeiro Taborda, coordenadora da Rede das Águas da SOS Mata Atlântica.

As câmaras técnicas do Comitê de Bacia Hidrográfica do Sorocaba Médio-Tietê decidiram propor à Secretaria que as obras no Tietê passem por avaliação ambiental integrada. Atualmente, os impactos são avaliados por empreendimento. Também se decidiu por consenso a não aprovação de barragens no Médio Tietê Superior, entre Salto e Pirapora do Bom Jesus. Existem projetos de duas barragens nesse trecho, mas os ambientalistas entendem que os reservatórios mudarão a dinâmica das águas.

"As fortes corredeiras, que oxigenam o rio e reduzem a poluição, serão eliminadas", disse Maria Luiza. Os ambientalistas vão pedir ao governo estadual o tombamento desse trecho do rio, por seu valor histórico, cultural e cênico. 


Fonte:

http://www.jornalacidade.com.br/editorias/brasil-e-mundo/2011/09/05/barragem-no-rio-tiete-pode-inundar-area-tombada.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário