quarta-feira, 18 de maio de 2011

Polícia Ambiental terá aeromodelo para rastrear desmatamento, caça e pesca ilegais


A Polícia Ambiental de Rio Preto terá à disposição, a partir de agosto, um Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant), apelidado de “tiriba”, para rastrear pontos de desmatamento, mineração, pesca e caça ilegais. A vantagem é que trabalhos que antes demorariam até uma semana, poderão ser feitos em até meia hora, o que deve garantir uma visão ampliada e direcionada no combate a irregularidades contra o meio ambiente.

O Vant possui um equipamento fotográfico e de vídeo. As fotos são feitas e montadas em mosaico de cada região com todas as coordenadas registradas. O vídeo é transmitido em tempo real para um computador portátil que estará na base policial mais próxima a área sobrevoada.

Tiriba

O Vant pesa quatro quilos, tem três metros de uma asa a outra e capacidade de sobrevoar uma área de até 400 hectares, além de 45 minutos de voo a 110 quilômetros por hora. O aeromodelo começou a ser desenvolvido em 2008 e foi lançado este ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário