domingo, 6 de março de 2011

Polícia Ambiental apreende quase 30 kg de peixes em risco de extinção no rio Tietê - Araçatuba


Dois pescadores profissionais foram presos em flagrante acusados de pescar espécies protegidas por lei, em Araçatuba, cidade a 513 quilômetros de São Paulo. Eles foram abordados pela Polícia Ambiental durante fiscalização no rio Tietê. Os pescadores estavam com 29 quilos de piracanjuba e 9 quilos de pacu, espécies que correm risco de extinção.





Foram apreendidos também outros 77 quilos de peixes permitidos para pesca, além de redes e equipamentos. Um dos pescadores pagou fiança e foi liberado. O outro foi encaminhado para a cadeia de Penápolis. O pescado foi doado para um asilo de Araçatuba.

2 comentários:

  1. Porque A Policia Ambiental recebe a denuncia mais não vai até a casa dos infratores,que tiram os animais da natureza e não são punidos. Tem passarinho,coleirinha,papagaio,passaro prêto e até sabiá laranjeira que é o simbolo do Brasil nas gaiolas em São Paulo.......o descaso é total...........

    ResponderExcluir
  2. Tem toda a razão amigo, também não sei responder sua questão. Obrigado pelo comentário.

    ResponderExcluir