sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Polícia ambiental apreende redes no rio Tietê na região de Barbosa e Nova Avanhandava

Policiais militares ambientais de Penápolis apreenderam várias redes usadas para pesca durante patrulhamento de barco pelas águas do rio Tietê nos municípios de Barbosa e Avanhandava durante o fim de semana que passou. Segundo nota enviada à imprensa, elas estavam armadas e sem plaqueta de identificação do proprietário. Pena que o safado escapou do flagrante !



De acordo com a legislação ambiental, é proibida a pesca com redes durante a piracema. Após o período da piracema, a rede de pesca só pode ser utilizada por pescadores profissionais, em locais permitidos e deve conter a plaqueta com o número do RGP (Registro Geral de Pesca) do profissional. As pessoas surpreendidas pescando com rede sem identificação têm o material apreendido, podem ser atuadas em até R$ 10 mil e serão indiciadas por crime ambiental, com previsão de até três anos de detenção.

Se avistarem pescadores armando redes nesta época, ou se após a piracema desconfiar de pescadores amadores armando redes, denunciem. Nas minhas pescarias tenho levado celular !!
LIGUEM:

(18) 3622-1250 (Polícia ambiental de Araçatuba)  OU 0800- 555190

Vou prepararam uma postagem com o telefone de todos os postos da polícia ambiental do Estado de São Paulo.

Um comentário:

  1. tem que multar esses malandros destruidores da natureza, estão vendo que a pesca está fechada, mas são teimosos, agora levaram o que merece, vamos ver se de agora em diante tomam vergonha e param de querer burlar a lei....

    ResponderExcluir