quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Pescador e crocodilo, amigos inseparáveis

Noticiado nesta semana nos diversos sites e programas jornalísticos a incrível história de amor desse pescador e crocodilo.





De acordo com o pescador (Chito), há 20 anos, mesmo contra a vontade do irmão, ele alimentou e tratou do animal ferido. Ele estava magro, pesando apenas 68 kg na ocasião. Hoje, o crocodilo pesa mais de 450 kg e Chito conta que até dorme ao lado do bicho.

No início, ele ainda teria tentado soltar Pocho no rio, mas o animal sempre voltava.

Há quatro anos, amigos, impressionados com o relacionamento entre o pescador e o crocodilo, sugeriram que ele iniciasse essas apresentações para o público.




A ideia deu certo e hoje atrai turistas de vários países.

Chito faz shows para turistas, nos quais conversa e brinca com o perigoso réptil de mais de cinco metros de comprimento como se fosse com um cão de estimação.





Fonte: BBC/The Sun

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Maior barco movido a energia solar inicia volta ao mundo

O maior barco do planeta movido exclusivamente a energia solar iniciou nesta segunda-feira uma volta ao mundo. O PlanetSolar partiu de Mônaco com uma tripulação de seis membros e deve passar por locais como Miami, Cancún, San Francisco, Sydney, Cingapura e Abu Dhabi.




"Nós queremos ajudar a impulsionar o desenvolvimento de tecnologias de energia sustentável", diz o alemão Immo Ströher, dono do barco, em comunicado. Segundo Ströher, o projeto pretende oferecer uma solução sustentável de transporte para grandes cidades e para o ambiente.








O PlanetSolar tem 15 m de largura e 31 m de comprimento e é coberto por 540 m² de módulos fotovoltaicos. Segundo a equipe, baterias especiais garantem que o barco navegue por três dias sem luz solar.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Apreensões do final de semana

Sete pescadores são presos com 252,5 kg de pescado irregular na BR-262 ( Próximo a Campo Grande - MS)

De acordo com a PMA, uma equipe fazia barreira na rodovia e outra fazia operação fluvial no rio Aquidauana, visto que há um cardume de “curimbatá” subindo e a PMA quer evitar a depredação dos cardumes.

Às 17h30, Wendel P. V., vendedor, residente em Campo Grande, foi abordado em um microônibus e com ele foram encontrados 21 exemplares de pescado da espécie curimbatá (12 kg), que ele havia capturado no rio Aquidauana, com vários exemplares em tamanho inferior ao permitido. Wendel foi autuado e multado em R$ 900.

Pelo mesmo motivo foi autuado Pedro P., comerciante, residente em Mandirituba (PR). Ele foi detido com 65,5 kg de pescado, das espécies pintado, jaú, pacu e piranha. O peixe estava em um veículo Ford F 350. O pescado e o veículo foram apreendidos. Pedro foi autuado e multado em R$ 2 mil.
Também foi autuado e multado o soldador Wilson Z. L., residente em Campo Grande, foi abordado em um veículo, onde foram encontrados 88 kg de pescado, sendo todos os 167 exemplares da espécie curimbatá com tamanhos inferiores ao permitido. O pescado e o veículo foram apreendidos. Ele foi autuado e multado em R$ 2.460 mil.

Pelo mesmo motivo foi autuado Cleber R. A., pedreiro, residente em Ponta Porã. Com ele foram apreendidos em um veículo Chevette 01 caixa isotérmica com 15 kg de pescado (vários exemplares fora da medida). O veículo foi também apreendido e ele multado em R$ 1.000,00.

Francisco D. da Silva, pedreiro, residente em Campo Grande também foi detido com pescado inferior ao permitido. Ele estava em um veículo Pálio, onde foram encontrados 31 kg de pescado. O pescado e o veículo foram apreendidos e ele foi multado em R$ 1.320 mil.



Pelo mesmo motivo foi preso Pacífico F. F., produtor rural, residente em São Paulo-SP. Com ele foram apreendidos 26 kg de pescado. Pacífico foi multado em R$ 1.220 mil.

Por último, os policiais abordaram o técnico em eletrônica, Antônio Carlos V. S., em um veículo VW Gol, onde foram apreendidos em uma caixa térmica 15 kg de pescado, sendo vários exemplares em tamanho inferior ao permitido. De 22 exemplares, somente quatro estavam na medida. Antônio foi multado em R$ 1 mil.

Todos os autuados foram conduzidos ao Cepol (Polícia Civil), em Campo Grande, onde eles foram autuados em flagrante pelo crime ambiental de pesca predatória e, se condenados, poderão pegar pena de 1 a 3 anos de detenção.

Parabéns à PMA e PRF de Mato Grosso do Sul pela operação. Precisamos de exemplos como estes !



Mais de 200 peixes são apreendidos em Santa Maria (RS)

O Batalhão Ambiental da Brigada Militar de Santa Maria contabilizou 264 peixes mortos apreendidos na noite deste domingo no interior do município. As espécies foram identificadas como: 11 dourados, 77 piavas, 90 traíras, 71 cascudos, três trambicus, uma palometa, dois pintados amarelos e nove jundiás.

Além dos peixes, foram apreendidas nove redes de pesca, três barcos, três carros, quatro facões, quatro facas, cordas, molinetes, coletes salva-vidas, entre outros materiais. Os animais estavam acondicionado em quatro isopores grandes. Nas lanchas, havia também cadeiras de praia, lanternas, facas e cobertores, o que indica que os homens teriam acampado em algum lugar para pescar.

Seis pessoas foram detidas e liberadas

Apreensão de peixes em Porangatu (GO)

  

A Polícia Militar apreendeu cerca de 500 quilos de pescado irregular, durante a madrugada de ontem, em Porangatu. Os peixes estavam em caixas térmicas em uma caminhonete. O motorista foi abordado no centro da cidade após trazer os animais do Rio Javaé, na Ilha do Bananal. Ronei G. da S. foi detido em flagrante por crime ambiental e conduzido a delegacia. A mercadoria seria comercializada em Anápolis. Além da falta de documentação fiscal os policiais detectaram outras irregularidades, como peixes fora das especificações.




quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Dúvidas dos leitores

Boa noite Marcelo,

Parabéns pelo seu blog, muito legal .... Fiz uma pescaria recente no Tietê, na sua terra (Araçatuba), mas não fui mto bem. rsss
Vc tem alguma dica legal? Isca e lugar pra pegar pacu? Que outros tipos de peixe são legais de pegar no Tietê ??

Abração e boas pescarias.

Moacir Campiotti Junior - São Bernardo do Campo.



Bom dia Moacir !


Obrigado pelo contato, espero que goste do blog e que continue frequentando.

Nessa época do ano está ruim de peixe, entao não desanime. O rio esta muito baixo e a água fria.

Atualmente a pesca de pacu está proibida, mas pode fazer o pesque e solte. O ideal é cevar antes por alguns dias ou algumas semanas, porque os pacus e piaus ficam por ali e é mais fácil acertar uma pescaria dessas.

Tenho usado milho azedo de isca, o mesmo da ceva. Algumas vezes usei massa caseira (farinha, agua, suco (para dar cor) e algodão (dar firmeza).

Meus peixes preferidos do Tietê são os tucunarés, que podem ser pescados com isca artificial (exigem um pouco de prática) e isca natural (lambaris e camarões). Mas ainda têm tilápias, porquinhos, apaiaris, corvinas, pacus, piaus, barbados e outros.

Quanto ao local, eu pesco no rio Tietê próximo de Santo Antônio do Aracanguá, mais precisamente onde deságua o Córrego azul. Vi um vídeo no you tube onde uns caras pegaram 33 pacus próximo da ponte de Buritama.



Espero poder ter  ajudado.


Abraço

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Dia do Rio Tietê

Dia 22 de setembro - Dia do Rio Tietê
















O rio Tietê nasce em Salesópolis, na serra do Mar, a 1120 metros de altitute. Apesar de estar a 22 km do litoral, as escarpas da serra do Mar fazem com que o rio tome o sentido contrário, em direção ao interior do estado de SP. Ele atravesso o estado de São Paulo de sudeste a noroeste, até desaguar no rio Paraná, no lago formado pela barragem de Jupiá.

O significado do nome "rio tietê" é "rio verdadeiro" ou "águas verdadeiras".

A nascente, em Salesópolis, fica no Parque Nascentes do Rio Tietê. As nascentes surgem entre rochas que ladeiam um minúsculo lago. A água brota em três diferentes pontos e o lago é povoado por pequenos peixes, os guarus.






Ainda dentro do município de Salesópolis, existe uma das primeiras hidrelétricas construídas no Brasil, que é a atual Usina Parque de Salesópolis. Construída em 1912 pela antiga Light, gerava energia a partir de uma queda de 72 m de altura do rio Tietê. O parque está aberto visitação pública (de terça a sábado, das 9h às 16h), sendo que há um museu junto à usina. Em março de 2008 foi retomada a produção de energia elétrica.



O Tietê cruza a Região Metropolitana de São Paulo e percorre 1.136 quilômetros ao longo de todo o interior do estado, até o município de Itapura, em sua foz no rio Paraná, na divisa com o Mato Grosso do Sul.



É dividido em seis sub-bacias:



1.Alto Tietê
2.Médio Tietê
3.Piracicaba / Jundiaí
4.Tietê / Jacaré
5.Tietê / Batalha
6.Baixo Tietê



Segundo arqueologistas, há pelo menos seis mil anos, populações se utilizam da bacia hidrográfica do rio Tietê, um rio que também teve papel de destaque no período dos Bandeirantes.

Ao longo do rio Tietê foram construídas muitas barragens com o intuito de se aproveitar o potencial hidrelétrico. Entre estas podem-se citar:


A Barragem da Usina Parque de salesópolis.
A Barragem Edgard de Souza,em Santana de Parnaíba.
A Barragem de Pirapora do Bom Jesus.
A Barragem de Rasgão, também no município de Pirapora do Bom Jesus.
A Barragem Laras, próxima a Laranjal Paulista
A Barragem de Anhembi.
A Barragem de Barra Bonita.
A Barragem Bariri.
A Barragem Ibitinga.
A Usina Hidrelétrica Mário Lopes Leão, próxima às cidades de Promissão e Avanhandava
A Barragem Três Irmãos


Usina de Avanhandava (Usina Hidrelétrica Mário Lopes Leão)




Em diversas das barragens citadas (como por exemplo na de Barra Bonita) foram implementados sistemas de eclusas que viabilizaram a manutenção da navegação fluvial.



Muitas barcaças fazem o transporte da produção da região a um custo menor do que o do transporte rodoviário. Podem transportar até 1500 toneladas de carga, equivalentes à carga de 60 carretas.




Embora seja um dos rios mais importantes economicamente para o estado de São Paulo e para o país, o rio Tietê ficou mais conhecido pelos seus problemas ambientais, especialmente no trecho em que banha a cidade de São Paulo.




Não faz muito tempo que o rio Tietê se tornou poluído. Ainda na Década de 1960, o rio tinha até peixes no seu trecho da capital, além de ser local de eventos esportivos como regatas e provas de natação.






Em 1992, após o movimento popular que conseguiu reunir mais de um milhão de assinaturas e contou com forte envolvimento da mídia, o governador de São Paulo Luiz Antonio Fleury Filho, ordenou à Sabesp - empresa de saneamento básico do estado, que se comprometesse a estabelecer um programa de despoluição do rio, que foi iniciado e chamado de Projeto Tietê.



Atualmente, o Projeto Tietê é o maior projeto de recuperação ambiental do país.


Passados quase 20 anos, a despoluição do rio Tietê ainda está muito aquém dos níveis desejados, mas já foram feitos progressos animadores.

Quanto mais longe da capital o rio ficando, mas limpo vai se tornando, e em algumas regiões semelhante a um paraíso ecológico. Hoje, no interior de SP, traz sustento a centenas de pescadores artesanais, além de proporcionar emoções fortes a muitos pescadores amadores e esportivos.









Foi o rio Tietê e as pescarias que tenho realizado que me motivaram a desenvolver este blog e gastar parte do meu tempo no seu desenvolvimento. Hoje o blog completou 5000 acessos !

Parabéns Rio Tietê !!!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Pescaria 20 de setembro de 2010: segunda feira

Hoje saí da rotina !! Acordei bem cedo, passei visita nos pacientes internados e fui para o rancho.
O destino final foi o rio Tietê. Deste vez levei o caiaque em cima do barco, quando rebocado o barco fica bem mais lento.



Segunda-feira: dia internacional do pescadores com rede. Váriosss !!!




O rio estava bastante baixo, a água bastante fria e um ventinho chato. A pescaria foi de poucas ações e o maior escapou ! rsrs
Quando estava pescando com uma isca de sub-superfície, apareceu o lombo do tucunaré riscando a água em direção à isca, seguida de uma explosão em cima da isca. Infelizmente não fisgou.

Na sequência peguei este tucuninha.





Depois de uma pausa para almoço recomeçei. O vento diminuiu um pouco. A única ação da tarde foi certeira.






Por volta das 16 horas voltei para o barco e fomos (meus pais e eu) pescar umas corvinas. A maioria de tamanho pequeno, quase todas foram soltas.

Mais uma vez terminamos a pescaria com lindas imagens.



sábado, 18 de setembro de 2010

SOS Mata Atlântica convida cidadãos para ir à Praia do Tietê


A Fundação SOS Mata Atlântica realiza, em 22 de setembro, dia do Rio Tietê, das 9h às 12h, a “Praia do Tietê”, que tem o objetivo de celebrar a data e o sonho dos paulistas e seus esforços para despoluir o rio e reintegrá-lo ao cotidiano das cidades por onde passa, ao longo dos seus 1.100 quilômetros, em especial no trecho da Marginal na cidade de São Paulo.



Na ocasião, a Fundação reunirá cidadãos para tomar sol nas margens do rio entre as pontes das Bandeiras e Cruzeiro do Sul. “Queremos que o rio Tietê volte a ser o cartão postal de São Paulo, como ocorre nas metrópoles em muitos países, que as pessoas tirem fotos, resgatem monumentos históricos como a Ponte das Bandeiras e, acima de tudo que possam desfrutar do convívio com os nossos rios.




No interior de São Paulo, as praias já são realidades e bastante frequentadas nos finais de semana e feriados.
Abaixo, as fotos da praia no rio Tietê em Pereira Barreto.






Recordando um pouco, o Rio Tietê já foi local de lazer e esportes náuticos no início do século passado na cidade de São Paulo.





Foto da Equipe de Remo do São Paulo Futebol Clube, com sede no Canindé, às margens do rio Tietê.


Nosso rio Tietê pode voltar a ser o que foi no passado !! Um grande exemplo foi o rio Tâmisa em Londres, que foi muito poluído e atualmente é local de lazer para os londrinos. A despoluição e recuperação da qualidade da água levou cerca de 30 anos.

Na foto, uma baleia perdida, nadando nas águas do rio Tâmisa.




Eu comemorarei o dia do Rio Tietê com umas remadas e umas pescaria em plena segunda-feira. Conto para vocês depois !

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Apreendidos 58 kg de peixes em Araçatuba



Araçatuba - A Polícia Militar Ambiental apreendeu 58 quilos de peixes, entre tucunarés e tilápias, com dois pescadores de Birigui. A apreensão ocorreu durante patrulhamento de rotina pelo reservatório da usina Três Irmãos, no Córrego Azul, em Araçatuba, no início da noite de ontem.

Segundo os policiais, os dois homens, que não tiveram os nomes divulgados, foram surpreendidos com os peixes em sacos plásticos e arpões. Eles teriam capturado os animais no rio Tietê.


Os dois homens foram presos em flagrante por infringir o artigo 34 da lei ambiental 9.605, que prevê prisão a quem for surpreendido capturando espécie além da quantidade permitida. Segundo a polícia, o máximo são dez quilos, mais um exemplar por pessoa.

Os pescadores foram liberados após o pagamento de fiança de R$ 103 cada um. Os peixes foram encaminhados à Vigilância Sanitária da cidade.




Na minha opinião, a pesca sub é caça. São raros os pescadores sub que respeitam a cota de peixes e levam somente para o consumo. Levam muito peixe, distribuem para vizinhos ou vendem !!
São casos como esse que queimam o filme de pescadores sub !

E que fiançinha barata hein ?!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Relíquia é encontrada em afluente do Rio Tietê

O baixo nível do ribeirão Engenho D’àgua, afluente do Rio Tietê, em Porto Feliz, a 120 quilômetros de São Paulo, revelou o que pode ser uma relíquia histórica. Enterrado no lodo, um autêntico batelão de quase 300 anos, usado pelos bandeirantes para explorar o interior do país.

A embarcação, com 8m40cm de comprimento, 1,3 metro de largura e 2 toneladas foi resgatada segunda-feira.



O pescador Sidnei Aparecido de Souza procurava um ponto de pesca, quando viu os contornos do barco aflorando no lodo. Por causa da estiagem – não chove há mais de 60 dias na região – o nível do rio está baixo. Ele avisou a prefeitura. O historiador da USP Jonas Soares de Souza acompanhou o resgate e não tem dúvida de que se trata de um batelão usado nas expedições rumo às minas de Cuiabá – a capital matogrossense foi fundada por bandeirantes paulistas.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Ativistas viram peixes em protesto contra pesca predatória na Alemanha

Manifestação inusitada ocorreu hoje pela manhã em Munique na Alemanha.
Ativistas, em manifestação contra a pesca com redes, fingem de mortos em redes de pesca.




Fonte: