segunda-feira, 29 de novembro de 2010

domingo, 28 de novembro de 2010

Foto incrível


O archerfish pertence a família Toxotidae, conhecido pelo seu hábito de caçar insetos terrestres e outros animais pequenos disparando jatos de água. São pequenos e habitam tipicamente águas salgadas dos estuários e dos manguezais, mas pode igualmente ser encontrado no oceano aberto. Mais encontrado na Índia, Filipinas, Austrália, e Polinésia.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Começa terceira etapa do Projeto Tietê



O governador Alberto Goldman e a secretária estadual de Saneamento e Energia, Dilma Pena, assinaram esta semana a autorização para o início das obras da terceira etapa do Projeto Tietê.

As obras vão beneficiar São Paulo e outros 20 municípios, e devem estar concluídas em 2015. O custo total dessa etapa será de US$ 1 bilhão.

Quando essa etapa estiver concluída, o índice de coleta de esgoto passará de 85% para 87%. O índice de tratamento vai aumentar de forma significativa, de 72% para 84%.

Com as obras, 1,5 milhão de pessoas vão passar a contar com a coleta, e mais de 3 milhões passarão a ter tratamento. No começo do projeto, em 1992 o índice de coleta de esgotos era de 70% e o de tratamento era de 24%.

O projeto prevê a construção de 580 km de coletores-tronco e interceptores, 1,2 mil km de redes coletoras e cerca de 200 mil novas ligações domiciliares.

A capacidade de tratamento das estações aumentará 41%. A terceira etapa tem como foco a bacia hidrográfica do Alto Tietê. A quarta e última fase do projeto deve terminar em 2020.
 
 
 
 
 
Projeto Tietê


O Projeto de Despoluição do Rio Tietê teve início da década de 90, com o objetivo de diminuir o lançamento de carga poluidora, oriunda da atividade urbana na Região Metropolitana de São Paulo, nos rios da bacia hidrográfica do Rio Tietê.

No período de 1992 a 2008 foram executadas as etapas I e II do programa, com investimentos de cerca de US$ 1,6 bilhão.

Fonte: http://www.band.com.br/

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

8º Torneio de Pesca do Tucunaré de Presidente Epitácio contou com 114 equipes


Mesmo com a chuva que caiu sobre Presidente Epitácio no sábado de manhã (20 de novembro), o 8º Torneio de Pesca do Tucunaré teve 114 equipes inscritas, das quais 58 atingiram a medida de um metro e meio entre os cinco exemplares capturados, 26 equipes não conseguiram a medida mínima, três desistiram, dois barcos viraram, mas foram socorridos a tempo e 27 não apresentaram nenhum exemplar.

A competição ocorreu no Parque Municipal O Figueiral e teve início às 12h, com período para pesca até as 19h.





 Além do torneio houve soltura pela CESP de 5000 alevinos de pacu.

O maior Tucunaré capturado mediu 59 centímetros e foi fisgado por José Pereira Costa, o popular Costinha, da equipe Bom de Pesca, de Presidente Epitácio.





A equipe Foneistal, também de Epitácio, foi a vencedora e bi-campeã do torneio, formada por Marcelo Soares Fernandes e Hiroaki Kaihami, que fisgaram cinco exemplares, medindo, juntos, 2,59 metros.






O secretário Municipal de Turismo e Cultura, Lourival Mendes Magalhães, afirma que o evento foi sucesso. “Vieram caravanas de vários estados, como Paraná, Mato Grosso do Sul e de São Paulo. As pousadas, mesmo na piracema, quando a pesca de outros espécimes está proibida, ficaram lotadas com a vinda dos pescadores e familiares. O número de participantes seria ainda maior se não tivesse chovido no sábado, pois alguns desistiram ao ver o mal tempo pela manhã”, afirma.




terça-feira, 23 de novembro de 2010

Site de Busca Ecológico - ECO4PLANET


A Google lançou recentemente este site de busca, chamado Eco4planet, com resultados das buscas idênticos ao Google comum.

A diferença é que usando o Ecoplanet você está ajudando o meio ambiente !

  
- A cada 50.000 consultas uma árvore será plantada, e fica disponível no portal o número de mudas atingido.



- Existe a opção com fundo preto ou branco. O fundo preto da tela, que a princípio gera estranhamento mas descansa os olhos e economiza 20% da energia do monitor.





Coloque o link nos seus favotiros e como seu site de busca padrão e colabore com o plantio de árvores !!
 
Link: http://www.eco4planet.com/pt/

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Foto incrível

Com uma paisagem dessas, não existe pescaria ruim !!! Já valeu a pena !  


      Pescaria noturna

sábado, 20 de novembro de 2010

Piracema 2010 - orientações da polícia ambiental

Piracema é um importante período no ciclo de reprodução dos peixes de água doce do país. Esse é o momento que os animais buscam as cabeceiras dos rios, na luta para encontrar um melhor local para a desova. Marcado pelo esforço dos cardumes na subida rio acima, os animais perdem gordura e amadurecem óvulos e espermatozóides durante esse fenômeno da natureza.


Para garantir a perpetuação das espécies, todos os anos o IBAMA estabelece o Defeso da Piracema (em vigor entre 1º de novembro de 2010 a 28 de fevereiro de 2011).



Por diversas vezes, noticiamos no blog apreensões de peixes durante esse período, e fora dele. Em outras postagens (Piracema 2010) publicamos algumas regras, peixes proibidos, e até mesmo respondi dívidas dos leitores relacionadas ao assunto. 

Para complementar, apresento aqui uma cartilha da polícia federal ambiental distribuída em São José do Rio Preto, em 2010, para conscientizar e alertar a população. As principais dicas estão reproduzidas aqui.

Proibições

Durante a Piracema, estão proibidos em todos os pontos da bacia hidrográfica do Rio Paraná:

- A captura, o transporte e o armazenamento de espécies nativas da bacia hidrográfica do rio Paraná, incluindo animais para fins ornamentais e de aquariofilia que tem origem e ocorrência natural na bacia do rio Paraná;

- A pesca com redes, tarrafas e espinhéis, além da pesca subaquática;

- A realização de competições de pesca, com exceção de eventos em reservatórios e de espécies não nativas;

- A utilização de animais aquáticos, inclusive peixes, camarões, caramujos, caranguejos, vivos ou mortos, inteiros ou em pedaços, como iscas. São exceções à regra animais oriundos da bacia hidrográfica, acompanhados de nota fiscal do produtor.



Certas proibições são estipuladas por categorias e modalidades de pesca, além de locais específicos, como rios. Dessa forma, não é permitida a pescaria:

- A menos de 500 metros de confluências e desembocaduras de rios, lagoas, canais e tubulações de esgoto;

- A até 1.500 metros de barragens de hidrelétricas e também de escadas de transposição para peixes. Essa distância é válida também para cachoeiras;

- No Rio Grande, entre a barragem da UHE de porto Colômbia até a ponte Engenheiro Gumercindo Penteado, nos municípios de Planura (MG) e Colômbia (SP);

- No Rio Tietê, entre a barragem da Usina de Nova Avanhandava e a foz do Ribeirão Palmeiras, em Buritama (SP);

- No Rio São José dos Dourados.

Permissões

A pesca em reservatórios, nas modalidades embarcada e desembarcada é permitida. A utilização de linha de mão ou vara, linha e anzol, caniço simples, molinete ou carretilha com iscas naturais (?) ou artificiais também estão liberadas.

Animais não nativos, exóticos (de ocorrência natural em outros países) e híbridos (como Apaiari, Bagre-africano, Black-bass, todas as espécies de Carpa, Corvina, Pescada-do-Piauí, Peixe-rei, Sardinha-de-água-doce, Piranha preta, Tilápias, Tucunaré e Zoiudo) podem ser pescados.

Pescadores profissionais devem estar licenciados e autorizados pelo Ibama para a captura e o transporte dos peixes. O mesmo vale para pescadores amadores, mas com o limite de 10 quilos e um exemplar.

Exceção às regras

Não se aplicam ao período de Defeso da Piracema o pescado proveniente de psicultura ou pesqueiros registrados e cadastrados no Ibama.

Tamanho mínimo de captura dos animais

Alguns animais tem também o tamanho de captura limitado. A medida é feita da ponta do focinho até a extremidade da nadadeira caudal.



Como denunciar

A Polícia Militar recebe denúncias relacionadas à pesca no período da Piracema pelo número 0800 555 190.


Fonte: Polícia Militar Ambiental
 
Hoje levo celular em todas as pescarias e quando vejo irregularida grave (por exemplo redes, tarrafas) não penso  duas vezes para ligar e denunciar. Façam o mesmo !!!!

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Vídeo - Catfish monstro !!!

Vale a pena !! Que briga !



Fiquei cansado só de assistir, imagina o cara !

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Polícia Militar Ambiental apreende 700 kg de peixes e aplica multa de R$ 609 mil

Polícia Ambiental multou em R$ 609 mil o proprietário de uma peixaria no bairro Romano Calil, em Rio Preto. No local, foram apreendidos 699 quilos de peixes de variadas espécies, além de frutos do mar. De acordo com o tenente Alessandro Daleck Moreira, o estoque de pescado não havia sido declarado aos órgãos ambientais.





O proprietário do estabelecimento afirmou que tem notas fiscais e vai recorrer da multa. Ele têm dez dias para apresentar a defesa. A fiscalização ocorreu durante a operação Peixe Legal, realizada pela Ambiental desde o início do mês.

Os peixes foram doados a 8 instituições de São José do Rio Preto.

Parabéns a PMA do Estado de São Paulo !

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Idéias inusitadas

Um caiaque sustentável, feito de garrafas pet, desenvolvido pelo Glauber, engenheiro mecânico que tem desenvolvido projetos de reutilização e reciclagem de materiais.






No site http://www.fazeco.com.br/ ele disponibiliza o projeto passo a passo para a sua construção, com vídeos explicativos.




Parabéns pela iniciativa ! Ficou bem bacana !

OBS: Hoje o blog completou 10.000 acessos !

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Peixe amazônico (acará-disco) 'amamenta' filhote com muco similar ao leite

Pesquisa publicada na revista britânica “Journal of Experimental Biology” aponta que o acará-disco, um peixe comum na bacia amazônica, produz um muco com função semelhante à do leite, alimentando seus filhotes até atingirem um tamanho suficiente para viverem por conta própria. Esse tipo de comportamento é muito incomum, já que a maioria dos peixes abandona sua cria assim que nasce.



A investigação foi liderada por Jonathan Buckley, da Universidade de Plymouth, no Reino Unido, e feita em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, sediado em Manaus.


A principal dificuldade foi fazer os peixes procriarem em cativeiro. Os pesquisadores observaram que por até duas semanas após o nascimento, os peixinhos mordiscam as laterais dos peixes adultos absorvendo o muco.
A partir da terceira semana, ele passaram a fugir ocasionalmente dos recém-nascidos, para começar a “desmamá-los” e, a partir da quarta semana, nadavam de forma a impedir que os filhotes continuassem a se alimentar do muco.


Ao monitorar a composição desse muco, Buckley verificou que a proporção de proteínas e anticorpos aumentavam muito logo depois que os acarás colocavam os ovos, algo semelhante ao que acontece com os mamíferos quando têm filhotes. Após o período de três semanas de “amamentação”, essas propriedades nutritivas diminuíam. O processo possivelmente é hormonal, segundo o cientista, que pretende estudar mais detalhadamente como ele funciona.

Fonte: http://www.globoamazonia.com/

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Pescaria 13 e 14 de Novembro de 2010 - peixes variados

Nesse final de semana fui pescar e esfriar a cabeça. O companheiro de pescaria foi meu pai, e desta vez não fui de caiaque.
No sábado (dia 13) fomos até o rio Tietê, mas o vento era demais ( 13-15 km/h) o que dificultava muito. No primeiro local que paramos, muitas primas, na isca natural. Fotografei apenas esta. As danadas acabaram com um jig da Sumax.



Depois de mudar de lugar mais umas 2 vezes, fui ao local onde eu tinha pegado 2 tucunarés na última pescaria com caiaque. Desci do barco e fui batendo nas beiradas. Peguei 3 tucunas, mas todos pequenos voltaram para a água. Também fotografei apenas um deles.




Ainda sem peixes para a mistura resolvemos apelamos para as corvinas. Que nada, o jeito foi fazer churrasco.

No dia seguinte (domingo), resolvemos pescar somente na parte da tarde. Era dia da última corrida de Fórmula 1 da temporada, e resolvemos "secar" o Alonso. E não é que deu certo !!!
Na parte da tarde o vento estava mais fraco, resolvemos pescar no Córrego Azul mesmo (afluente do rio Tietê).  Logo os primeiros peixinhos apareceram:





Foram 3 tucunarés pequenos, que foram devolvidos  (um deles tive que levar pois engoliu o anzol e na hora de tirar ele morreu), 2 pacus pratas ( famoso CD) e  3 porquinhos....e mais nada de peixe.

O local era bonito, e rendeu algumas fotos:





Continuávamos sem a mistura, resolvemos apelar para as corvinas novamente.

Quem já pescou corvina sabe o que eu vou falar. Foram 2 horas ao lado de um barco que estava pegando uma corvina atrás da outra, e nós nada. Era um japonês pra variar !! O cara queria até me ensinar a pescar, com o bê-a-bá !!  ...mesmo assim, nada de pegar !

Até que o japonês não foi egoísta e disse:

- Amarra o barco  aqui do lado !

Não perdi tempo, e amarrei o barco ao lado dele. Agora 2 metros de distância, era só diversão. Engano meu ! Corvina é foda !!!

Depois que o japa encheu o isopor e resolveu ir embora, apoitamos no lugar dele. Na verdade, mais 2 metros para o lado. Daí, foi se divertir e garantir o peixinho de cada dia.





Garantimos umas corvinas e passamos o lugar para outros pescadores que assim como nós estavam ao lado e não estavam pegando nada. rs


sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Foto incrível

Catfishes famintos !! Seria uma pscicultura  ??

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Baleia salva de encalhe é reencontrada com vida pela 1ª vez no Brasil

Quando acontece de uma baleia encalhar em uma das diversas praias do Brasil, centenas de pessoas se mobilizam, dentre bombeiros, ambientalistas, biólogos e voluntários, mas raramente se observa um caso de sucesso.
Recentemente, uma baleia de 12 metros encalhou em Búzios e depois de muito esforço o animal morreu. Foi quando indaguei pra mim mesmo, qual a solução para este triste problema ??

Hoje li esta manchete no UOL e me deixou esperançoso e feliz com a notícia.


Uma baleia jubarte que encalhou no ano 2000 em Ubatuba, litoral de São Paulo, foi reencontrada oito anos depois em Abrolhos, no litoral da Bahia. É a primeira vez que um animal salvo do encalhe é reavistado no Brasil. A identidade da baleia foi confirmada após análise de material genético, feita durante dois anos pelo Instituto Baleia Jubarte.


Nas duas ocasiões em que foi avistado, o animal, um macho, teve pedaços de sua pele retirados para estudos de DNA. Também foram comparadas fotos das nadadeiras do animal. "A nadadeira caudal da baleia é uma impressão digital.

 
Fonte: http://www.uol.com.br/

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

FOI REALIZADO O 6º TORNEIO DE PESCA ESPORTIVA DO TUCUNARÉ DE PEREIRA BARRETO



Parabenizo a prefeitura Municipal de Pereira Barreto e organizadores do 6° Torneio de Pesca Esportiva de Pereira Barreto !!
O torneio de pesca reuniu 59 equipes, alcançando aproximadamente um total de 150 pescadores participantes, sendo permitido 3 pessoas por embarcações.

O evento fou realizado no final de outubro (23 e 24) na Praia Municipal Pôr-do Sol, rio Tietê.



O Torneio de Pesca Esportiva do Tucunaré teve o objetivo de divulgar o potencial turístico da Estância Turística de Pereira Barreto-SP, promover o lazer e a confraternização entre os amantes da pesca esportiva. Desenvolver a consciência ecológica dos participantes e da comunidade através da divulgação e prática das leis que normalizam a pesca amadora, visando principalmente o combate do uso de materiais e atitudes poluentes e predatórias.




Os peixes pescados foram soltos logo após a medição realizada pelos fiscais, que estavam nas bases de apoio, isso para garantir a sobrevivência do peixe. O método de pesca utilizado foi do tipo “Pesque e Solte”. Ao todo foram 5 bases espalhadas pelas margens do Rio Tietê.



Todos os barcos e equipamentos foram vistoriados antes e durante a prova. Os participantes tinham em mãos o regulamento da pesca e o mapa da região da competição, disponibilizados pela organização do evento.

Para medição e pontuação só foram considerados os peixes vivos e em condição de soltura, e com tamanho mínimo de 35 cm.

No domingo, na final do torneio houve a entrega de troféus para os 3 primeiros colocados e para a equipe que pescou o maior peixe, além dos sorteios dos brindes para os participantes. Houve também a entrega de medalhas para as crianças que participaram.



A equipe de nº 32 (Célio H. Yshioka) foi classificada em 1º lugar, a equipe de nº 68 (Edil Vieira) ficou classificada em 2º lugar, a equipe de nº 52 (Márcio R. Gomes) ficou com o 3º lugar e a equipe de nº 68 (Edil Vieira) foi a que conseguiu pescar o maior tucunaré do torneio com 61,5 cm.

Parabens pela iniciativa ! Espero que no próximo ano eu possa divulgar o evento antes dele acontecer !

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Ambiental prende homens com 43 kg de peixes - Pesca Sub

 Também recentemente, três pescadores foram flagrados durante fiscalização da Polícia Ambiental de Santa Fé do Sul com 43 quilos de peixes pescados com espingarda de mergulho - método proibido durante o período da piracema. O flagrante aconteceu na noite de quarta-feira, em represa localizada entre os municípios de Ilha Solteira e Santa Fé do Sul.



Com os pescadores também foram encontrados os materiais para a pesca sub: três espingardas de mergulho, roupas utilizadas para a mesma prática, snorkel (objeto que permite a respiração dentro d’água), nadadeiras e cinturões de lastro, que serviam para pendurar equipamentos de pesca. O grupo foi multado em R$ 3,8 mil e vão responder por crime ambiental, previsto na lei 9605/98.


Pesca sub, na minha opinião, não é nada esportiva, e algumas vezes predatória (quando não respeitada a legislação, em situações em que quantidade exagerada de peixes é retirada, ocasionalmente peixes abaixo da medida mínima permitida).

Operação Peixe Legal - Apreende peixes

A Operação Peixe Legal, realizada pela Polícia Ambiental desde a última sexta-feira, já aplicou nove multas que totalizam R$ 850.300 contra donos de peixarias e pescadores que comercializavam pescados irregularmente em plena vigência da piracema. Os peixes estariam estocados em menor ou maior quantidade em relação ao que teria sido declarado pelos profissionais.





Até ontem à tarde, cerca de 15 estabelecimentos e comerciantes autônomos haviam sido fiscalizados. No total, foram apreendidos 410 quilos de peixe não declarados. As irregularidades foram constatadas em sete locais. A quantidade de peixe estocada precisa ser declarada aos órgãos ambientais até o segundo dia útil depois do início da piracema - período de reprodução dos peixes - e é obrigatória, com o objetivo de controlar a pesca predatória.


“Até fevereiro a pesca está proibida. Ou seja, não dá para ter mais peixe do que o declarado porque ninguém mais pode capturar. Com a fiscalização, vamos flagrar quem trabalha na clandestinidade”, afirma o tenente Alessandro Daleck Moreira, comandante da Polícia Ambiental de Rio Preto.


Em um dos casos, o comerciante tentou burlar a fiscalização ao apresentar documento em que declarava quantidade de mil quilos de pescado, 800 quilos a mais do que realmente havia em estoque. “Provavelmente ele já estava pensando em estocar mais e achou que assim não teria problema”, diz o tenente.



Depois de denúncia anônima, a polícia também chegou a um pescador amador que tinha, em sua casa, 65 quilos de peixe, quando o permitido é até dez quilos e mais um exemplar. A operação foi realizada nos municípios de Orindiúva, Paulo de Faria, Icém, Nova Granada, Rio Preto e Guapiaçu e continua até sexta-feira. Os peixes apreendidos foram doados a entidades assistentes de Rio Preto e região.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

O pintor Eduardo Marques de Jesus, 72 anos, mais conhecido como Edu das Águas, sempre teve como principal fonte de inspiração para suas telas o Rio Tietê. Nascido no bairro da Liberdade, ele já pintou mais de 400 obras com esse tema.


Recentemente, um novo desafio o levou a fazer uma viagem de 30 dias por Israel para realizar um sonho: pintar o Rio Jordão, um dos mais importantes da história da civilização. Para apresentar o resultado dessa aventura, Edu abre, hoje, às 19h30, a mostra Brasil – Israel: Do Tietê ao Jordão, no Centro Cultural da Marinha, no Jardim Paulista.


Apaixonado pelo Tietê, ele explica que há algumas semelhanças entre os dois rios. “Ambos estão poluídos. Ainda assim, prefiro relatar uma visão positiva em minhas obras”.

Algumas das obras deste ilustre artista, mostrando o nosso rio Tietê:















DIVIRTA-SE

Brasil-Israel: Do Tietê ao Jordão.

De hoje a 14 de novembro

Sex., das 13h às 17h; sáb. e dom., das 10h às 17h.

Centro Cultural da Marinha

Rua Nove de Julho, 4.597, Jardim Paulista.

3051-6986

Entrada franca.

Site do Edu das Águas: http://www.edudasaguas.com.br/

domingo, 7 de novembro de 2010

Amphib - Festival Internacional de carros anfíbios

Os primeiros carros anfíbios foram fabricados em Berlim (Alemanha) em 1962 a 1967. Quatro mil e quinhentas (4500) unidades foram produzidas e a maioria enviada para os EUA. Atualmente existe próximo de 500 carros amfíbios em uso regular.
Na França, nos últimos anos tem  sido realizado o Amphib, um festival internacional de carros anfíbios, que podem andar tanto em terra firme quanto na água. Este ano o eventou ocorreu em julho e reuniu 50 veículos participantes, vindos de 12 países.













Já teve louco que construiu carro anfíbio para pescar.


sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Foto incrível


O dia em que o goldfish aprendeu a voar !

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Pescaria rápida 01 de novembro - com caiaque

O tempo era curto, mas rendeu 2 tucuninhas. Quase não bati fotos, pois a máquina fotográfica mais uma vez me deixou na mão.

Nessa pescaria não remei muito, fui rebocando o caiaque até o local da pescaria. Enquanto uma turma ficou  pescando corvina em uma galhada, fiquei pescando tucuna na redondeza.

Foram +- 2 horas de pescaria.

O primeiro saiu logo nos primeiros arremessos. E logo voltou para a água.






O segundo , um amarelinho maior. Foi meu troféu, e virou sashimi !







segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Começa hoje a piracema 2010 !! Veja os peixes proibidos !!



Ficará permitida a pesca de peixes exóticos, como a curvina, o tucunaré, a tilápia, o porquinho e o bagre africano, porém deve ser respeitado o tamanho mínimo dos peixes e a quantidade máxima por pescador.